10 de mar de 2010

Libertação.


Alguém sabe quão poderosas são as palavras? Eu sei. E uso a meu favor. Um segredo compartilhado, passa a ser realidade. Uma promessa, mesmo que não seja cumprida, muda muita coisa. E sabendo usar bem as palavras, temos o mundo nas mãos. Podemos criar e recriar nossa realidade. Podemos escrever contos e mais contos e sensibilizar. Escrever relaxa, liberta. Mesmo quando escrevemos com a intenção de alguém ler, e esse alguem não lê, já é meio caminho andado. Pelo menos o sentimento não esta só dentro de nós. Agora ele faz parte do mundo. É um registro vivo.
Escrevo tanta coisa querendo que você leia e sensibilize. Mais eu sei que você não lê. Você nem se lembra mais de mim. Acho que quando falar de mim, você diz: Fulana? Que Fulana?. Enfim, agora não importa mais. Eu só quero continuar escrevendo, para não dizerem que eu nunca tentei.

Afinal, de pouquinho em pouquinho, eu vou me libertando.

2 comentários:

  1. eu sei bem como é isso, escrever querendo que alguém leia, mas essa alguém nunca lê...
    garanto que ainda assim ajuda! e continue, pq eu tô gostando de acompanhar seu processo de libertação!

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Bem sinto-me lisonjeada por quereres tatuar uma frase minha! =)

    (bubuwetitah@hotmail.com)
    Envia-me um mail para saber quem és e depois eu add para podermos conversar.
    ^^,

    Beijinho no <3 *(=

    ResponderExcluir

Posso ajudar?